/ Campanhas / Campanha Nacional Contra o Exterminio de Jovens

Tamanho da letra

20/09/2013 às 00:29 por Campanhas
Campanha Nacional Contra o Exterminio de Jovens
créditos:

Lançada no dia 28 de novembro, em Ipatinga, interior de Minas Gerais, a Campanha Nacional contra o Extermínio de Jovens mobiliza as diversas Pastorais da Juventude do Brasil, que assumiram a luta em defesa da juventude, como medida prioritária e urgente.

A Campanha Nacional começou em 2008, durante a preparação da 15ª Assembleia Nacional das Pastorais da Juventude do Brasil. O objetivo é construir uma cultura de paz, em defesa da vida da juventude, denunciando as estruturas sociais que geram violência e morte.


A iniciativa está baseada em três eixos. O primeiro se refere à Formação Política e trabalho de base, com ações de conscientização da juventude quanto aos debates de segurança pública e direitos humanos.


O segundo foca nas ações de mobilização da sociedade e divulgação da campanha e o terceiro ponto diz respeito ao monitoramento e denúncia quanto a violação dos direitos humanos exercido pela mídia. A ideia é produzir estudos e realizar seminários de reflexão sobre as temáticas que envolvem a questão da violência contra os jovens.


De acordo com uma pesquisa sobre o índice de violência contra adolescentes e jovens, publicada no início deste semestre pelo Observatório de Favelas, de 2006 até 2012, devem ter morrido, por assassinato, aproximadamente 33 mil jovens no Brasil. Felipe informa que Recife, capital de Pernambuco, na região Nordeste, está classificada como a cidade que apresenta os maiores índices de morte por armas de fogo.


A situação de violência contra os jovens vem preocupando, cada vez mais, a juventude brasileira. A Organização das Nações Unidas (ONU) alerta que são os jovens entre 15 e 24 anos de idade, os que mais sofrem agressões físicas, sobretudo, negros e negras.


O próximo ato da campanha é o lançamento do texto-base que será divulgado em janeiro do próximo ano. Ao longo de 2010, diversas atividades estão programadas a fim de fortalecer a luta em defesa da vida e dos direitos da juventude.


Estão previstas a realização do Seminário Nacional de Avaliação e Monitoramento da Campanha, que acontecerá em julho do ano que vem, e também das pré-marchas locais que articularão a Grande Marcha Nacional, marcada para acontecer em 2011.


Fonte: http://www.casadajuventude.org.br/index.php?option=content&task=view&id=2708&Itemid=2




Espalhe por aí


Comentários
Deixe seu comentário